Festival Musimagem: O Maior Encontro de Trilha Sonora de Cinema do Brasil

A Associação Brasileira de Compositores para o Audiovisual (Musimagem), promove todos os anos, um festival, onde se encontram os principais compositores de trilha sonora e som de cinema do Brasil em Belo Horizonte, para um simpósio de música para imagem.

A edição deste ano acontece de 28 de setembro a 01 de novembro no Centro Cultural do Banco do Brasil em Belo Horizonte e conta com a presença de Ivan Lins, Ricardo Leão, Marion Lemonnier, Marcos Kuzka, Rodrigo de Marsilac, Noel Fernandes, Zé Neto e Alberto, Gilson Peranzetta.

O Festival Musimagem oferece concertos dos associados, participação da Orquestra Ouro Preto, palestras sobre trilha sonora e mercado, grupos de trabalho e mostras de filmes de animação e trilhas sonoras.

Temos como objetivo principal revelar ao público, dar destaque e valorizar, o papel do músico que compõe para o audiovisual, o que o torna co-autor da obra final.
Fundada em 2008, Musimagem Brasil tem diversos projetos culturais e eventos musicais em desenvolvimento, e encontra-se em constante crescimento. (Musimagem Brasil)

Tim Rescala apresentando a trilha sonora da novela “Velho Chico” da Rede Globo.

Para se inscrever nas atividades, acesse: http://festival.musimagembrasil.com/inscricoes

 

Anúncios

[DICA] Teleprompter: Ferramenta Gratuita para Locutores e Vlogers

Gravar vídeos, onde há um texto a ser seguido é sempre um problema para vlogers. O simples fato de não seguir um roteiro ou até mesmo ter de decorar o texto e gastar muitos takes tentando acertar o texto, é um problema que inviabiliza a produção de certos tipos de vídeo.

Recentemente descobrimos um teleprompter online

link para o site: http://www.cueprompter.com/

1

Essa ferramenta funciona com o seu browser, seja ele Chrome, Firefox, Safari, ou Internet Explorer.

Opções como cor do background, tamanho da fonte, velocidade de rolagem, e uma caixa de texto para edição do teleprompter.

Ao iniciar a rolagem, uma segunda aba se abre, que pode ser expandida para um segundo monitor, no caso, o que servirá de teleprompter. Há a possibilidade de selecionar uma opção para fullscreen nesse segundo monitor.1

O aplicativo funciona bem, não é necessário instalação, e pode ajudar, na gravação de locução para produtores de video para internet.

O MERCADO DE LOCUÇÃO E HOMESTUDIO

O ramo da locução, tem ganhado cada vez mais profissionais e a competitividade está acirrada.  Locução é um elemento muito importante para a publicidade, pois através dela, uma promoção do produto será marcada pela qualidade da descrição, bem como a voz, a entonação e o texto. Afinal, quem não se lembra dos bordões “Casa do rádio, o gigante dos preços baixos”, ou até mesmo dos famosos bordões dos produtos vendidos nos comerciais  Polishop. Seja com a finalidade comercial, ou institucional ou humorístico. A qualidade da captação é primordial para uma boa locução.

Essa disputa intensa de mercado, na formação de novos profissionais da área, se deve ao fato de, que, os equipamentos de gravação de áudio atingirem uma qualidade extremamente alta e com baixo custo.

Publiquei no blog Área Multimídia (http://www.areamultimidia.com.br/dicas-de-equipamentos-de-locucao-em-home-estudio/), um post sobre os equipamentos de locução em home estúdio, partindo do pressuposto que cito: “No fim dos anos 90 e no inicio dos anos 2000 era bem comum encontrar um amontoado de equipamentos de gravação, além do computador eram necessários hardwares como placa de áudio, pré-amplificadores, direct boxes, mesa de som e uma infinidade outras coisas como cabos e outros acessórios.”

Com o avanço da tecnologia, equipamentos foram desenvolvidos para diminuir o espaço e ter mais funcionalidade com melhor qualidade. Assim, os profissionais, têm maior incentivo para montar plataformas gravação e tratamento de áudio dentro de casa, daí o nome: Homestudio, ou Home Estúdio.

Jeff Augustin, um locutor e radialista norte-americano em seu homestudio

As interfaces de áudio, equipamentos presentes em todos os estúdios, substituem os antigos gravadores analógiocos (fita de rolo) e digitais (DAT), utilizados até o fim dos anos 90, são placas de áudio, geralmente externas, que possuem entradas pré-amplificadas, saida de fone, alimentação tipo phantom power, para alimentação de microfones condensadores, e entradas de instrumento, tudo embutido num equipamento só. Com essa facilidade a qualidade e custo mais baixo, torna viável o investimento num estúdio, ao contrário de todos esses equipamentos dos anos 80 e 90.