Noel Fernandes: Um Tema para um Sonho

É uma questão de intuição, escutar uma trilha sonora marcante de algum filme conhecido, e reproduzir perfeitamente essa cena na sua mente. Mas e o contrário, como seria?

Eu, Noel Fernandes compus essa trilha musical, imaginando as etapas de um daqueles sonhos que as vezes temos, e inesquecíveis, onde podemos ir ao limite do impossível. Ter super poderes, ir a qualquer lugar no tempo e no espaço, voar e conhecer infinitos mundos e sensações. Para isso, a busca pela sinestesia, em transformar esses cenários imaginários numa trilha musical, foi nosso desafio essa semana.

Feita única e exclusivamente pra você, que acompanha o Fábrica de Trilhas, a música “Um Tema para um Sonho”.

A trilha começa com um movimento musical leve, e hipnótico, a passar a sensação de sonolência, a medida que vamos passando pelos estágios do sono e do sonho, a trilha crescente, no seu climax, quando acordamos em êxtase após um longo e inesquecível sonho.

No vídeo você ouve e assiste os movimentos musicais direto na partitura. Uma prévia do que está por vir no quadro #screencast, quadro a estrearmos no canal, onde será composta um tema de trilha sonora em tempo real.

Conheça mais o software de notação musical Musescore.

Inscreva-se em nosso canal, para acompanhar todos os videos inéditos Fábrica de Trilhas.

Fique ligado nas postagens do Fábrica de Trilhas através do Facebook, dê seu like, e acompanhe as novidades que estão por vir.

Alma Deutscher: Com apenas 11 anos, compõe peças sinfônicas

Alma Deutscher, compositora mirim, nascida na inglaterra em 2005. Hoje com 11 anos, compões belíssimas peças para piano, violino e toca virtuosamente.

Segundo ela, não assiste TV e não vai a escola. Estuda em casa, e passa o tempo livre tocando e estudando música, quando quer compor, brinca com uma corda, na qual busca inspiração aos movimentos, balançando e dançando pelo gramado de sua casa.

Óperas, romances, concertos. Alma, senta ao piano, dedilha as idéias bagunçadas em sua mente e as transforma em geniais melodias.  Aos 6 anos compôs sua primeira sonata para piano.

Definitivamente, ela deveria ser objeto de estudo da ciência, uma vez que o Q.I e as sinapses responsáveis por todas as funções cognitivas são desenvolvidas nessa idade, o cérebro de Alma Deutscher provavelmente funciona de maneira impressionante.

O que intriga, é que além de excelente compositora, Alma é excelente pianista e violinista solista, além de possuir uma bela voz, e solfejar perfeitamente as melodias que instantaneamente vêm em sua mente.

Veja, Alma aos 9 anos de idade, no violino, como solista, junto à Orquestra Filarmônica de Israel, executando um movimento Allegro de seu próprio concerto para violino.

Para saber mais sobre Alma Deutscher visite suas páginas e assista suas performances em seu canal no youtube.

Site: https://sites.google.com/site/almaelizabethdeutscher/

Youtube: http://www.youtube.com/user/AlmaDeutscher

Facebook: https://www.facebook.com/AlmaDeutscher

[DICA] Teleprompter: Ferramenta Gratuita para Locutores e Vlogers

Gravar vídeos, onde há um texto a ser seguido é sempre um problema para vlogers. O simples fato de não seguir um roteiro ou até mesmo ter de decorar o texto e gastar muitos takes tentando acertar o texto, é um problema que inviabiliza a produção de certos tipos de vídeo.

Recentemente descobrimos um teleprompter online

link para o site: http://www.cueprompter.com/

1

Essa ferramenta funciona com o seu browser, seja ele Chrome, Firefox, Safari, ou Internet Explorer.

Opções como cor do background, tamanho da fonte, velocidade de rolagem, e uma caixa de texto para edição do teleprompter.

Ao iniciar a rolagem, uma segunda aba se abre, que pode ser expandida para um segundo monitor, no caso, o que servirá de teleprompter. Há a possibilidade de selecionar uma opção para fullscreen nesse segundo monitor.1

O aplicativo funciona bem, não é necessário instalação, e pode ajudar, na gravação de locução para produtores de video para internet.

[NOVIDADE] Vem Aí o Quadro Screencast

Não perca a estréia do quadro #screencast!!!
Screencast é um quadro que vai mostrar em tempo real o processo de criação de uma trilha sonora.
O 1º episódio, será um tema de trilha sonora no estilo aventura.

Com a inauguração do canal Fábrica de Trilhas no Youtube, muitas novidades e quadros estão por vir.

Conteúdo INÉDITO no brasil!!

Fique ligado!! Se inscreva no nosso canal!! E se curtiu, clique em gostei e curta nossa página no facebook e acompanhe as novidades no blog.

Facebook: https://www.facebook.com/fabricadetrilhas

[novidade] Canal do FÁBRICA DE TRILHAS no Youtube

O blog fábrica de trilhas, acaba de inaugurar seu canal no youtube, onde serão publicados videos interessantíssimos e inéditos acerca desse assunto, principalmente no Brasil.

https://www.youtube.com/channel/UC_IivezoQ6TNokThHQdKgbg

O canal publicou um video, com uma pitadinha do que vem por aí, abrindo o quadro #trilhadrops, que será uma série de videos curtos de até 1 minuto com curiosidades e fatos.

Em breve, conteúdos interessantes, screencasts mostrando na prática os diferentes processos de composição, entrevistas, matérias e registros de making of’s de trilhas sonoras nacionais e internacionais, uma parceria com a produtora, Betafilms, uma subsidiária da Betamedia do Brasil.

O piloto do quadro #trilhadrops. Gravação das atmosféras do filme “Hugo, do outro lado da linha”, Filme dirigido por Bernardo Nielsen, jovem diretor mineiro. No vídeo, o compositor e sound designer Noel Fernandes e o músico Bruno Bentes, no estúdio Radiotape em Belo Horizonte.

MUSESCORE: UMA FERRAMENTA DE COMPOSIÇÃO GRATUITA

Softwares de notação musical, são ferramentas importantíssimas para compositores e editoras. Dentre eles destacamos Encore, Finale e o famoso Sibelius, porém estes, pagos.

O mercado de softwares freeware têm uma infinidade de programas e ferramentas na área de produção musical e composição, porém, nada muito profissional, ou de boa qualidade.

O musescore é uma plataforma gratuita, que mescla um poderoso software de notação musical, uma rede social de compositores ao redor do mundo, e uma núvem para armazenamento, e compartilhamento de composições e partituras.

O software possui uma poderosa interface, que conta com todas as ferramentas necessárias para composição e reprodução de partituras. Seu engine de áudio importa “soundfonts” externos, não se limitando apenas ao som MIDI do emulador wavetable do computador, Microsoft GS synth no caso do windows, e além disso, conta com um mixer fácil de mexer e efeito reverb.

musescore
Interface do Musescore

No video realizei diretamente no musescore, uma composição musical. Note a qualidade sonora dos soundfonts.

O Musescore, que já está na sua versão 2.0.2, não suporta nativamente instrumentos virtuais VSTi , como seus concorrêntes Encore, Sibelius e Finale, mas, a equipe desenvolvedora e criadora do Musescore, nos informou que é sim, possível trabalhar com instrumentos virtuais VSTi, utilizando uma ferramenta auxiliar chamada, “JACK Audio Connection”. Mas o simples fato de o Musescore aceitar bibliotecas de samples, no formato “soundfont” já é mais que suficiente para compor com inspiração e com qualidade sonora. Bibliotecas de soundfonts de excelente qualidade, como o Sonatina Symphonic Orchestra, SGM v2, Fluid R3, Arachno Soundfont são facilmente encontradas gratuitamente para download na internet, apesar de alguns bugs que detectamos, o software ainda está em fase de aprimoramento, e ainda sim, se mostra mais estável que concorrêntes renomados além de já vir com a bliblioteca Fluid R3 nativamente.

Musescore também é uma rede social voltada para músicos e compositores. A rede social Musescore é um ponto interessante, pois possibilita a interação entre compositores ao redor do mundo inteiro, para troca de experiências musicais, composições, opiniões e grupos de debates.

Com aproximadamente 200 uploads de partituras diáriamente, e a possibilidade de criar grupos de assuntos específicos, faz do musescore a maior plataforma virtual de compositores e acervo de partituras editáveis do mundo.

musescore
Grupo sobre Solos de Trompete

Para armazenar suas composições em uma conta free na nuvem virtual, você está limitado a 5 uploads apenas, e o preço da nuvem de US$7 por mês ou  US$ 50.00 por ano, lhe concede privilégios ilimitados, de upload e armazenamento na nuvem, mas apenas o software já permite salvar suas composições no computador sem restrições e com toda funcionalidade.

Vale a pena dar uma conferida em http://www.musescore.com e baixar o programa para testar.

O MERCADO DE LOCUÇÃO E HOMESTUDIO

O ramo da locução, tem ganhado cada vez mais profissionais e a competitividade está acirrada.  Locução é um elemento muito importante para a publicidade, pois através dela, uma promoção do produto será marcada pela qualidade da descrição, bem como a voz, a entonação e o texto. Afinal, quem não se lembra dos bordões “Casa do rádio, o gigante dos preços baixos”, ou até mesmo dos famosos bordões dos produtos vendidos nos comerciais  Polishop. Seja com a finalidade comercial, ou institucional ou humorístico. A qualidade da captação é primordial para uma boa locução.

Essa disputa intensa de mercado, na formação de novos profissionais da área, se deve ao fato de, que, os equipamentos de gravação de áudio atingirem uma qualidade extremamente alta e com baixo custo.

Publiquei no blog Área Multimídia (http://www.areamultimidia.com.br/dicas-de-equipamentos-de-locucao-em-home-estudio/), um post sobre os equipamentos de locução em home estúdio, partindo do pressuposto que cito: “No fim dos anos 90 e no inicio dos anos 2000 era bem comum encontrar um amontoado de equipamentos de gravação, além do computador eram necessários hardwares como placa de áudio, pré-amplificadores, direct boxes, mesa de som e uma infinidade outras coisas como cabos e outros acessórios.”

Com o avanço da tecnologia, equipamentos foram desenvolvidos para diminuir o espaço e ter mais funcionalidade com melhor qualidade. Assim, os profissionais, têm maior incentivo para montar plataformas gravação e tratamento de áudio dentro de casa, daí o nome: Homestudio, ou Home Estúdio.

Jeff Augustin, um locutor e radialista norte-americano em seu homestudio

As interfaces de áudio, equipamentos presentes em todos os estúdios, substituem os antigos gravadores analógiocos (fita de rolo) e digitais (DAT), utilizados até o fim dos anos 90, são placas de áudio, geralmente externas, que possuem entradas pré-amplificadas, saida de fone, alimentação tipo phantom power, para alimentação de microfones condensadores, e entradas de instrumento, tudo embutido num equipamento só. Com essa facilidade a qualidade e custo mais baixo, torna viável o investimento num estúdio, ao contrário de todos esses equipamentos dos anos 80 e 90.